Pensar Hoje - retratos do agora

segunda-feira, 17 de setembro de 2007

O carro dos sonhos

Sentimentos são levados
Pelo que nos dias viveu
Feitos são realizados
Pela mão que suou

Vamos descobrir
O que sentimos e tocamos
Correremos risco
De não saber o que sonhar.

Vive, sim, hoje,
Mas pensa no amanhã
Pode ser tarde
Se não acordar agora.

Pensa, sim, hoje,
Mas sonha no amanhã
Pode ser tarde
Se não dormir agora.

Tudo é desconhecido
Quando é fora da gente
Então não ignora
O que dentro sente.

Isso de rótulo
Só o produto é que leva.
Seja você
Que tem quem vai gostar.

E eu não rotulo
Porque não sou produto.
É, sim, bonito
O que é hoje sincero.

2 comentários:

Marcia Soleni disse...

Esse seu veículo tem muito combustível para rodar...na verdade, nos sonhos...eles podem tudo.

;)

Mi Palladino disse...

Bem sensato!
Gostei...