Pensar Hoje - retratos do agora

domingo, 8 de julho de 2007

Poema 2

Sou poema intransigente
Lembro, para quem me lê
Eu sou gente, mas penso que
Um mais um são, sei lá...

Quero sentir mão segura
Mostrar beijos para alguém
Lutar capoeira comigo
E me recitar quando te vejo

Tudo bem, pode me falar
Já não sei quanto mais ver
Antes de lhe dizer amor

O olho que hoje leio
É para não pensar na guerra
Pensar menos no escuro

Um comentário:

Erika Cotrim disse...

Insegurança....boa forma de se começar um comentario no meu blog! Bingo! não te conheço e sou mesmo insegura.Como vc sabe?Bom,isso eu não sei.Mas acertou.
Teus textos são bons...Estranhamente bons...Eles fazem pensar.Todos os textos fazem pensar,mas os seus são como poucos.Fazem pensar mais,fazem pensar não sobre o texto,ou sobre quem escreveu.Mas fazem pensar sobre quem lê.O interessante é que eu também não sei quem é vc.Sei que é amigo de Amanda.Mas gostei dos seus textos e ai fico aqui comentando.E é isso.O reverso.Segurança.